Home destaque Por Rodolpho Rocha: 30 dias sem Paulo Márcio não tem sido fácil, tive que relatar meus sentimentos!

Por Rodolpho Rocha: 30 dias sem Paulo Márcio não tem sido fácil, tive que relatar meus sentimentos!

0
Por Rodolpho Rocha: 30 dias sem Paulo Márcio não tem sido fácil, tive que relatar meus sentimentos!

 

 

A exatos 30 dias, Água Doce do Norte perdeu um dos maiores homens da história deste município, Paulo Márcio, ou simplesmente o prefeito do povo, como ele ficou conhecido nas ruas da cidade.

Paulo Márcio deixou esposa, um enteado e 2 filhas do seu primeiro casamento, além é claro dos irmãos Cristina e Marcelo. No peito dos familiares e amigos uma dor que parece nunca passar.

Infelizmente os sonhos de Paulo Márcio, foram interrompidos por conta de um vírus, um maldito vírus que veio para ceifar milhares de vidas no mundo inteiro, e dentre tantas vítimas, este vírus acabou levando nosso querido Paulinho. Mas minha fé me tranquiliza em saber que papai do céu precisou de alguém com as mesmas características do Paulo, e achar alguém parecido com ele era uma missão muito difícil, e alguém melhor que ele? posso está enganado, mas isso seria praticamente impossível, afinal o cara era fantástico, portanto tinha que ser ele o escolhido da vez, e que seja feito a vontade de Deus.

Escrever este texto com certeza não está sendo fácil, impossível não dizer que as lágrimas correm pelo teclado, ao mesmo tempo sinto como se ele estivesse aqui do meu lado, me ajudando, me corrigindo em cada palavra que digito e corrijo, ou até mesmo me zoando, afinal ele era desse jeito, cheio de brincadeiras o tempo inteiro.

Em 8 anos que resido em Água Doce do Norte, fui um privilegiado de ter aproveitado os últimos dias ao lado de Paulo Márcio antes de sua internação, durante nossa convivência fui adversário político, companheiro, amigo, vizinho, motorista, parceiro de baralho, de cerveja, de viagem, futebol, enfim, posso dizer que aproveitei os momentos que estive ao lado dele, sem ameaças mesquinhas, sem exigências exorbitantes, apenas aproveitei a imensa amizade que construir em pouco tempo de convivência.

Hoje posso dizer com todas as palavras, que Água Doce do Norte perdeu um cara fantástico, desses que Deus fabrica um a cada 100 anos. E da minha memória tenho plena convicção que ele jamais sairá.

Um fato que jamais irei esquecer foram as diversas correntes de oração clamando a Deus para que nosso amigo continuasse no meio de nós, isso foi sensacional e mostrou o quanto ele foi importante para o nosso município não apenas  como político, mas principalmente como pessoa.

Mas eu também não consigo esquecer os diversos áudios mesquinhos de pessoas que passaram o tempo inteiro desejando sua morte, tudo por conta da bendita política. Isso me corta o coração até hoje, pois os áudios se tornaram uma pancada tão forte que não doeu no Paulo, afinal ele estava indefeso em uma UTI, mas doeu nos familiares, nos amigos de verdade que nosso prefeito tinha, aquilo foi um legítimo exemplo sobre como não Amar ao próximo, foi simplesmente lamentável.

E hoje, neste sábado (22), quando o dia parece ter amanhecido mais triste, onde o sol tá demorando dá as caras, onde os amigos de verdade relembram o quanto Paulo Márcio foi sensacional em vida, eu, um simples funcionário público, só tenho a dizer para as filhas Bianca e Lorena, para a esposa Maria Eugênia e os irmãos Marcelo e Cristina… gente, chorem, chorem mesmo, porque vocês não perderam qualquer pessoa, vocês perderam “A PESSOA” … mas no fim disso tudo, sorriam! Afinal vocês tiveram um privilégio que muitos gostariam e não conseguiram, vocês conviveram com o “PAULINHO DO DÉZINHO” no dia a dia, puderam dá inúmeras gargalhadas inacabáveis através de suas piadas. No mais desejo a vocês força para suportar essa dor infinita.

Que Deus tenha te dado o melhor lugar do céu meu amigo, minha saudade por você será eterna, mas prometo te honrar para que cada vírgula que você deixou neste mundo seja cumprida… TEAMO!!! guarde este abraço do seu amigo Rodolpho Rocha.

Abaixo me senti no direito de relembrar o vídeo que editei no dia de sua partida, durante o cortejo fúnebre, até o momento do seu sepultamento.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here