Início destaque Em Ecoporanga, mãe confessa para a polícia que matou o próprio filho

Em Ecoporanga, mãe confessa para a polícia que matou o próprio filho

- Advertisement -

O caso aconteceu na manhã deste domingo, 13 de dezembro e chocou toda a população de Ecoporanga. O senhor José Henrique de Souza Veronez Rocha, morador do Córrego do Osvaldo Cruz, interior de Ecoporanga, por volta das 05h se deslocou para o curral, quando retornou para casa encontrou a esposa com os pés e mãos amarrados e seu filho de apenas dois meses pendurado pelo pescoço, infelizmente já em óbito.

A polícia militar, um agente da polícia civil, dois investigadores, delegado Dr. Daniel Nogueira e a perícia médica estiveram no local, apurando todas as pistas para desvendar esse crime. Sabendo que várias informações dentro da casa estavam em contradição a fala da mãe, após todo o trabalho de investigação, a mãe da criança foi interrogada em Barra de São Francisco, pelo delegado Dr. Daniel Nogueira, a mesma confessou ser a autora do crime, tirando a vida de seu próprio filho enforcado, após cometer o ato, ela amarrou seus pés e mãos para encobrir seu próprio crime.

Dr. Daniel Nogueira cita que o crime foi premeditado, há dias que a mãe já tinha tentando envenenar a criança. Cartas foram encontradas na casa, com ameaças relatando que alguém iria matar quem ela mais amava, escritas pela própria autora do crime.

Com a chegada da PM no local a mãe entrou em muita contradição, relatando que duas pessoas teriam arrombado a janela e praticado o crime, mas a janela não estava arrombada e nenhum rasto de pessoas pela casa.

Com informações dos delegados Dr. Daniel Nogueira e Dr. Leonardo Amorim, após o depoimento da mãe, a mesma será autuada pelos crimes de homicídio e fraude processual, que é crime no artigo 347 do código Penal do Brasil, que consiste em modificar o local do crime, os objetos relacionados ao crime ou mesmo o estado das pessoas envolvidas, com a finalidade de induzir o magistrado ou o perito ao erro. Já o seu esposo, José Henrique, está sendo ouvido neste momento.

A mãe da criança vai ser encaminhada para o (CPFCOL) Centro Feminino de Colatina.

 

Fonte: site agitaeco

- Advertisement -
Rodolpho Rochahttps://portaladn.com.br
Empresário, Árbitro de Futebol e apaixonado pelo Jornalismo local.
- Publicidade -

Stay Connected

16,985FãsCurtir
2,458SeguidoresSeguir
61,453InscritosInscrever

Must Read

- Publicidade -

Related News

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui